• ads

Diário de Trabalho do Produtor Kôzô Morishita — Panfleto de A Lenda dos Jovens Carmesins (A Batalha de Abel)

By admin
In Destaques
set 15th, 2013
0 Comments
239 Views

Diário de Trabalho do Produtor Kôzô Morishita

 

   O panfleto do terceiro filme da série, A Lenda dos Jovens Carmesins (A Batalha de Abel) presenteou os fãs da série com a publicação do diário de trabalho de Kôzô Morishita, co-produtor do longa-metragem.

   Trata-se de registros valiosos do andamento dos trabalhos, notas auto-explicativas sobre as fases da confecção de um anime.

 

15 de fevereiro de 1988 (sala de conferências do Q.G. da Tôei)

   Está decidido! Saint Seiya neste verão! Um longa-metragem com 75 minutos de duração deve ser finalizado até o dia 10 de julho! O prazo para produzi-lo é de 5 meses! “Que absurdo! Terminar um filme de 75 minutos em 5 meses!…”

   Subitamente, fico pálido e nervoso. Nessa hora: “Mas o quê!? Este cosmo quente… Senhorita Saori… a Atena… Muito bem! Que o meu cosmo se acenda!”

   Quando consinto satisfeito, posso ver um sorriso em todos os presentes.

16 de fevereiro (Kurumada Production)

   Vim visitar o mestre Masami Kurumada. Já é o terceiro filme, mas fico boquiaberto com as novidades, as idéias que transbordam do seu cérebro… O homem é uma verdadeira fábrica de idéias!

18 a 20 de fevereiro (Platô Izu)

   Num quarto do Hanafubuki, uma hospedaria do Platô Izu, o silêncio perdura como se pudesse se mesclar à calmaria matutina da chapada. O roteirista Yoshiyuki Suga transpôs a madrugada completamente absorto numa introspectiva meditação.

   Uma aura se eleva de trás do Sr. Suga… “Consegui! é isto… Neste verão… A Lenda dos Jovens Carmesins!”

   Na manhã do terceiro dia, o roteiro finalmente está terminado.

15 de março (estúdio Tôei Dôga)

   Após entregar-lhe um fardo com 12 latinhas de Coca-Cola, que comprei na Rogers por 1 real cada, indago ao diretor Yamauchi, que estava confinado no ateliê do estafe: – E então, quantas páginas?

– É um rascunho. 100 páginas…

– Incrível! Só podia ser vo… Onde está? Deixe-me dar uma olhadinha –  respondo.

   Apontando com a cabeça, o diretor Yamauchi só balbucia: “Aqui…”

25 de março (Araki Production)

   O esboço do mestre Kurumada e o character design do senhor Shingo Araki: eis a gênese do irmão mais velho de Saori, o lendário deus do Sol Abel!

11 de abril (Kurumada Production)

   Festa! O storyboard está pronto! A aura que o mestre Kurumada emana ao conferi-lo… Temos nossos esforços recompensados por seu sorriso meigo.

13 de abril (estúdio Tôei Dôga)

   Com 10 dias de atraso em relação ao cronograma, a animação finalmente tem início. A tensão jorra dos olhos do senhor Shingo Araki, o diretor de animação, que analisa as 1.218 seqüências do storyboard.

   Inexorável, o briefing com o diretor Yamauchi para acertar os desenhos começou.

25 de abril (estúdio Tôei Dôga)

   Numa sessão privada, assistoa uma prévia de 90 segundos. Confrontado pelo poder de Saint Seiya bailando na telona, mais uma vez, me dou conta da magnitude dos desenhos do senhor Araki e da habilidade do diretor Yamauchi.

28 de abril (Columbia Records)

   De acordo com o resultado da audição, Hitomi Tôyama, mais conhecida como “Penny”, será a cantora da música-tema.

9 de maio (Los Angeles)

   Tema do longa-metragem, a canção YOU ARE MY REASON TO BE é gravada.

23 de maio (estúdio Tavac)

   O ajuste da trilha sonora entre o diretor Yamauchi e o compositor Seiji Yokoyama se estende por horas a fio. Nada de almoço…

   A dedicação do maestro Yokoyama a Seiya me deixa encantado… E a esposa dele também é uma grande fã.

   O rumor de que não há espaço para ficar no escritório do maestro em virtude dos brinquedos, pôsteres e artigos dos cavaleiros também…

6 de junho (estúdio Tôei Dôga)

   Aumenta o material para a promoção do filme. Ferrenha, a cobertura das revistas especializadas se intensifica. Fico perplexo com a amplitude do afã pelo filme de Seiya, uma sanha que provém de todas as direções.

   Com a inspeção das imagens-chave e a etapa de verificação de cenários, células e temporização interna das seqüências, a sala do estafe até parece um campo de batalha…

15 de junho (estúdio Tôei Dôga)

   O processo fotográfico começa para valer. Só me resta ficar admirado com a juventude e o vigor dos diretores assistentes e auxiliares da produção, que continuam a trabalhar sem pregar os olhos.

23 de junho (estúdio Tôei Dôga)

   As 1.218 seqüências, todas as fotos foram concluídas. Memorável, hoje é o dia mais feliz para nós que fazemos o filme. Estamos todos tomados por uma forte sensação de dever cumprido.

24 de junho (estúdio Tôei Dôga)

   A edição do filme vara a noite. Depois de passar a semana inteira dormindo apenas duas ou três horas, o diretor Yamauchi está cambaleando… contudo, queimando seu último cosmo, ele continua pensando em cada detalhe na deliberação do material para a propaganda do longa-metragem.

   Às 3 horas da manhã de hoje, durante a quarta exibição diária do filme, era possível ouvir o agradável ruído emitido pelo cochilo dos membros do estafe. No entanto, o diretor Yamauchi persistiu. Na verdade, seus olhos estavam mais brilhantes…

25 de junho (estúdio Tavac)

   Aleluia! Aproveitando a folga de várias horas, entramos na dublagem. Estou no Tavac de Shinjuku.

   Tôru Furuya, dublador do Seiya, Keiko Han, que interpreta a Saori… Um após o outro, os atores regulares da série chegam ao estúdio.

   O senhor Taichirô Hirokawa, ator que dará voz a Abel, entra na casa, e a dublagem finalmente começa! Com um elenco inigualável, os trabalhos avançam às mil maravilhas.

30 de junho (Sound Inn — estúdio A)

   Embalada pelo bom humor do maestro Seiji Yokoyama e sua torrente de piadas, a gravação da trilha sonora do longa-metragem tem início.

   A sucessão de melodias deflagra o sentimento profundo de que isto, sim, é um filme.

 3 a 5 de julho (estúdio Tavac)

   O estágio final da animação, que consiste na mixagem das falas com a sonoplastia e a trilha sonora, foi iniciado no estúdio Tavac.

   Até a fisionomia do diretor Yamauchi  acomodado na sua cadeira… Repleto de tranqüilidade, é o rosto sereno de quem se livrou daquele pandemônio de duas semanas atrás.

   Ao sinal de teste do senhor Hatano, o engenheiro acústico, as fitas rodam todas ao mesmo tempo. Que visão magnífica! É absolutamente espetacular!

   Seiya, Saori, o filme… todos vão recebendo sopros de vida…

13 de julho (sala de exibição privada do estúdio de filmagem da Tôei Dôga)

   O fragor dos aplausos não cessa, as ovações… A primeira exibição do filme finalizado finalmente terminou. Para nós que fazemos filmes, este momento é tudo!

   Não importa o quão excruciante tenha sido, mesmo que haja contratempos insolúveis, tudo agora é passado. Para terminar um filme, adversidades que desafiam a imaginação e partes que demandam a paciência de Jó existem em profusão. No entanto, a magia do momento que fica pronto e anunciamos ao pessoal…

   Diretor Yamauchi, membros da equipe, vocês trabalharam duro. Recebam o meu muito-obrigado!

 PanfletoAbel_21-22

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *